22 de abr de 2015

Convite para novos autores–Antalogias Brasileiras

Olá pessoas queridas do meu coração ♥ Como estão? O post de hoje é para todos aqueles que amam escrever e que sonham em se tornar grandes escritores!

11136621_776396272467739_1420566721769776466_n

 

O selo Antalogias Brasileiras está com três antalogias em aberto:

  • Vícios, Taras e Medos - contos psicológicos

  • Ano 2500: um novo mundo - Contos de ficção científica

  • Letras do Brasil - Contos, poesias e crônicas (Cenário nacional - textos patriotas, manifestação nacional, homenagens ao Brasil, qualquer texto com sentido nacionalista)

Teremos até dia 20 de maio para receber os textos, antologiasbrasileiras2014@gmail.com, com o nome da antologia no assunto e nome completo no corpo do e-mail.

Os editais de todos as antalogias podem ser vistos nesse link: http://zip.net/bkqD5J

 

A antologia Vícios, taras e medos - tem um booktrailer bem legal:

http://zip.net/brq66S

 

A antologia Ano 2500:um novo mundo - tem um site próprio onde estará sendo divulgado o livro e os autores com foto e biografia, direto e indefinidamente: http://www.ano2500.com.br/

 

A antologia Letras do Brasil - será enviada a biblioteca da presidência da republica e para o palácio do governo através de contatos internos.

 

LEIAM OS EDITAIS, e o enredo especial do livro Ano 2500:

http://zip.net/bwq6Fl

 

Aguardamos sua participação..

Att

Rô Mierling

Coordenação Antologias Brasileiras - Editora Illuminare

Grupo de debate e dúvidas: http://zip.net/bgqfQK"

21 de abr de 2015

[Resenha] Um Café com Sartre - Marcelo P. Rodrigues

2015-03-23 11.44.38

Editora: “O Lutador”

Páginas: 175

Ano de lançamento: 2006 

Onde comprar: Livronauta

 

Sinopse: Café com Sartre, mundo real, fictício ou paralelo? Mateo, Sabina, David, seu Francisco, Luiza, Caio... Homens, mulheres, gays - seres reais ou reflexos num espelho sem moldura e vidro? Belo Horizonte, Pouso Alegre, Rio de Janeiro... Cidades concretas ou traçados inexistentes em plano cartográficos? Um caleidoscópio de movimentos, sombras, densidades mortas... A proposta, o convite à reflexão, sem piedade ou eufemismos para aliviar o leitor.

 

Um Café com Sartre é um dos muitos livros do autor Marcelo Pereira Rodrigues. Apesar de não ter nada de sobrenatural ou algo do tipo, Marcelo conseguiu criar um enredo original e belo, com uma linguagem rica e inteligente, transformando a obra em algo muito mais grandioso do que um simples romance.

2015-03-23 11.45.00

Os personagens são pessoas comuns com características marcantes e personalidades fortes. O amor entre Mateo e Sabina tem cenas lindas e bem descritas e o triangulo amoroso, pelo qual não sou muito fã, nesse caso, acaba tornando as coisas bem mais eletrizantes.

 

A diagramação do livro é bem simples. Confesso que a capa não me agradou, acho que a história merecia algo bem mais sofisticado. Porém, as folhas amareladas tornaram minha vida e a leitura do livro bem mais felizes.

2015-03-23 11.45.39

Para quem gosta de livros bem escritos, com pessoas reais, romances reais e situações do nosso cotidiano, com ir a uma  livraria, sair para uma festa ou quem sabe tomar um café, "Um Café com Sartre" é perfeito. Eu super recomendo.

“A realidade encerra ali um destino ou contingência: um automóvel cortando as ruas de Belo Horizonte.”

Então é isso, a resenha é curtinha, acho que se eu falar/escrever mais do que isso vou acabar dando alguns spoilers e sei que ninguem quer issso, né? Espero que tenham gostado, beijos e até o próximo post. Hasta luego!

Para conhecer mais sobre o autor e seus livros é só clicar aqui.

13 de abr de 2015

[Resenha]Uma vida para Sempre–Simone Taietti

capa

Editora: Novo Século

Páginas: 351

Ano de lançamento: 2014

Onde comprar: Saraiva | Submarino

 

Sinopse: Uma vida para sempre - Ethel diz estar morrendo. Contudo, não afirma isso apenas em razão de sua doença. Talvez a única certeza de nossa existência seja a morte, o fato de que ela chega para todos. Mas nem por isso deixa de ser a maior incógnita da vida. Em um hospital, em meio à dor das histórias dos pacientes, Ethel encontrou amigos. Entre passeios em cemitérios, frequentando velórios e enterros de estranhos, ela tenta preparar a si e aqueles que ama, para o que parece estar ali tão próximo, o fim. Entretanto, não esperava enfrentar algumas surpresas que a fizessem duvidar de tal preparação. As estatísticas ruins, a inexorável passagem do tempo. Onde reside a lógica disso que nos arranca pedaços, da súbita inexistência do que outrora era vívido e pulsante? Um corpo que jaz. Palavras que se perdem. A finitude de tudo o que é tão belo talvez seja a maior dor do mundo. Uma vida para sempre é um compilado de desejos, pensamentos e dias. Quanto dura o para sempre? Ethel descobriu.

 

{Adicione no Skoob}

2015-04-11 14.00.51 

Confesso para vocês que livros que falam sobre doenças, morte etc, nunca foram os meus preferidos. Porém, as resenhas que li de Uma vida para Sempre foram tão boas, positivas e me deixaram tão curiosa em relação ao livro que eu não pensei duas vezes em propor parceria com a autora. Ela, muito fofa e simpática, confiou em mim e me mandou esse livro lindo, tanto por fora, na sua diagramação, quanto por dentro, no seu conteúdo.

“A dor ensina. A dor protege. Ela pode trazer momentos muito ruins para nossa vida, mas o que seríamos sem ela? Pois bem, eu acho que sei um pouco sobre isso…”

Ethel pode até ser considerada uma adolescente normal, com seus 17 anos, uma mãe super protetora e uma enorme série de dúvidas que qualquer jovem nessa idade pode ter. Mas diferente de muitos Ethel nunca sentiu um coisa que nós sentimos constantemente. Dor. Ela tem uma doença chamada CIPA. Ela não sente dor alguma. E além de não sentir dor ela também não pode transpirar.

"Você pode ir até a cozinha, apanhar a faca mais afiada e, sei lá, decepar a minha mão. Eu não vou sentir absolutamente nada."

Isso fez com que Ethel parasse de frequentar a escola e que seus únicos amigos, com exceção da Catarina, fossem pessoas doentes que ela conheceu no hospital. E é no hospital, no meio de tantas indagações sobre a vida e a morte que Ethel conhece Vitor, um jovem de 19 anos que tem Leucemia. A ligação entre os dois acontece de forma intensa e fofa.

 2015-04-11 13.59.43

Simone criou personagens incríveis, não só Ethel e Vitor, mas também Gertrud uma senhora de oitenta anos que dirige um Opala vermelho, ano 76. Ela está sempre dando concelhos para Ethel e tem um coração incrível.

 

Eu sei que você pode está pensando que esse livro se parece muito com A Culpa é das Estrelas, mas não. Esses livros não devem ser comparados. Me desculpem os fãs de John Green, mas Simone Taietti conseguiu me prender e me fazer chorar de uma forma que John Green nem chegou perto de conseguir.

 

Assim como eu cheguei a  pensar, não pense que esse livro não tem final feliz. Ele tem. Ethel tem o seu final feliz. Ela amou e foi amada por pessoas incríveis. Ela viveu em mundo que, talvez, algumas pessoas não conseguiriam ter vivido…

Engraçado mesmo é perceber que o que não tem valor para alguns, representa simplesmente tudo para outros.

O livro é tão maravilhosamente escrito que dá gosto de ler. A cada começo de capitulo somos apresentados a curiosidades sobre diversos temas, como, por exemplo, fatos históricos. É incrível como a cada novo capitulo eu estava não só curiosa em relação ao que ia acontecer, mas também o que eu iria aprender/descobrir.

Estávamos indo embora, sim. Mas naquele momento ainda estávamos ali. E isto, por si só, é grande o suficiente.

A diagramação do livro é perfeita e combina perfeitamente com a obra. A Simone escreve com tanta sabedoria, emoção e sentimento. A história é incrível e te faz olhar para vida e para morte com outros olhos. Esse é sem dúvida um livro que todos deveriam ter a chance de ler. Recomendo, com toda minha convicção, esse livro.

 

Espero que tenham gostado da resenha e me desculpem se ficou grande demais. Beijos e até o próximo post.

10 de abr de 2015

[Resenha] As três faces da moeda - Heloisa Prieto

9788566470581_baixa

Editora: Edelbra

Páginas: 64

Ano de lançamento: 2013

Onde comprar: Loja Edelbra

 

Sinopse: Esta coletânea — As três faces da moeda — oferece   a oportunidade de leitura da adaptação por Heloisa Priento de dois grandes narradores: Ryunosuke Akutagawa1 e Andrew Lang2. O primeiro, nascido no Oriente, escreve com um toque de ironia. Andrew Lang, por sua vez, é um narrador capaz de projetar o encantamento da palavra mágica. Quando se mergulha em seus textos, surge a sensação de transporte para uma espécie de mundo paralelo, onde as regras estão ocultas e tudo pode acontecer. Afinal, quantas faces tem uma moeda? Se você pensa que são apenas duas, cara ou coroa, engana-se! Ao ler os contos perceberá que toda a moeda tem uma face secreta.

 

 Adicione no Skoob

2015-04-10 11.33.16

As três faces da moeda foi me cedido em parceria com a editora Edelbra. Essa coletânea contém três contos, adaptados por Heloisa Prieto, escritos por R. Akutagawa e Andrew Lang. Com lindas ilustrações de Janaina Tokitaka.

“Trata-se de histórias que falam da infância do mundo, de questões complexas e eternas, capturadas por meio de estruturas aparentemente simples.”

2015-04-10 11.32.38

Os três contos — Magia, A Chaleira Mágica e Os Cães e a Flauta — são contados de forma simples e rápida, mas deixando, ao final de cada um, uma mensagem. Algo para ser pensado e refletido. Os contos falam sobre magia, ganancia e bondade. Mostrando como a ganancia é algo que pode “cegar” uma pessoa, trazendo tristes consequências.

 

A leitura é rápida e bastante prazeroza. Diferente de muitos livros por aí, com várias páginas, mas que são vazios e não acrescentam nada em nossa vida. As três faces da moeda pode ser um livro curtinho, mas eu garanto que traz mensagens gigantescas, para toda a vida.

2015-04-10 11.34.04

Mais uma vez a Edelbra trouxe um livro lindo, tanto por dentro quanto por fora. A  diagramação é perfeita. Capa dura, folhas brancas, letras grandes e ilustrações belissimas. É um livro incrível para adultos e crianças.

“Ler é como observar uma moeda em giro, perder de vista a cara e a coroa, ver além dos olhos e encarar o espelho secreto que se esconde no coração.”

2015-04-10 11.35.07

Então é isso, espero que tenham gostado da resenha e tenham se interessado pelo livro. Recomendo muitíssimo. Beijos e até o próximo post ♥

 

Cxwv5GD