27 de dez de 2014

{Pensamento do dia}

Fonte: The Secret Life of Bee





















"Sonhe com o que você quiser. Vá para onde você queira ir. Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos. Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz."

Clarice Lispector.

18 de dez de 2014

{Cine Retrô} Meu primeiro amor

Olá pessoas lindas do meu coração! Como estão? Espero que estejam bem. Eu estou ótima e adorando minhas férias. O post de hoje foi inspirado nos post, de mesmo nome, do blog Vivendo entre aspas. Achei super interessante e me deu uma saudade de quando eu era criança... E o primeiro filme que me veio na cabeça foi "Meu primeiro amor"

Depois de todos os filmes, maravilhosos, que assisti até hoje, "Meu primeiro amor" é e sempre será meu filme preferido. Já assisti tantas vezes que perdi a conta. Não existe mais fofo, concordam? Eu sei que ele pode ser triste e tal, mas é tão lindo a forma como é retratada a pureza da amizade que vira amor, coisa que é um pouco difícil de se ver hoje em dia. E é essa fofura que, hoje, eu decidi compartilhar com vocês. 
My Girl(Meu primeiro amor aqui no Brasil) é um filme americano de 1991, dos gêneros drama e romance, dirigido por Howard ZieffO filme fez enorme sucesso na época em que foi lançado, tanto que foi feito uma continuação, My Girl 2, lançada em 1994.

O filme conta a história de uma garota solitária, sua relação com seu único amigo e seus conflitos na entrada da adolescência. O seu pai, Harry Sultenfuss, é um viúvo que não consegue compreendê-la e, por isso, quase sempre a ignora. Vada não tem mãe, já que ela morreu por complicações no parto dois dias depois do seu nascimento. E ela se culpa por isso.

O único e melhor amigo de Vada, Thomas J. Sennett é um menino impopular, e isso faz com que ele não tenha amigos. Suas aventuras do verão - do primeiro beijo ao último adeus - introduzem Vada ao mundo da adolescência.
O verão começou bem, com seu melhor amigo, Thomas, subindo em árvores. Mas, apesar disso, as coisas começam a piorar, quando ela descobre que seu pai e Shelley Devoto estão namorando. E, para completar, em uma das aventuras de Vada e Thomas, Thomas acerta um cacho de abelha - sendo que Vada estava junto e, em uma das atiradas com pedras, deixou o seu anel cair.
Mas, depois que isso acontecesse, Thomas volta para pegar o anel da sua melhor amiga, mesmo ela dizendo para ele não mexer com as abelhas. Nesse ato, ele dá um pequeno chute do cacho, e começa a procurar o anel. Ele conseguiu achar o anel mas, depois disso, diversas abelhas começam a sair do cacho, e começam a o "atacar".Você já sabe o que acontece né? Acho que vou chorar... Apesar de todo o sofrimento Vada, com a ajuda de seu pai, consegue controlar a dor da perda e supera tudo que aconteceu... 
Esse filme com certeza marcou minha história. E então ele faz parte da sua também? Conta para mim! 
Beijos e até o próximo post ♥

16 de dez de 2014

[Resenha] Sofia e Mônica - Leonardo Brasiliense

Editora: Edelbra
Ano de lançamento: 2014
Páginas: 96
Onde comprar: Loja Edelbra | Livraria Cultura | Saraiva


"Esta é a história da Sofia e da Mônica, mais ou menos como elas contaram ao autor. Num mundo cheio de tentações, manter uma amizade verdadeira nem sempre é fácil, exige esforço de lado a lado, porque ninguém é perfeito, e é preciso lidar tanto com as nossas falhas quanto com as do outro. As Sofias e Mônicas de verdade podem ter muitas caras. São jovens que estão descobrindo as muitas relações que se pode travar pela vida e aprendendo a fazer as escolhas mais adequadas. O autor Leonardo Brasiliense, gaúcho de São Gabriel, também fez as fotos que ilustram o livro."




Recebi Sofia e Mônica da editora parceira, Edelbra. É um livro super curtinho, que além de contar, de forma incrível a linda historia de amizade entre Sofia e Mônica, contêm belas fotografias todas feitas pelo próprio autor, deixando o livro ainda mais especial. Sofia e Mônica fala de amizade, das coisa incríveis que vivenciamos com nossos amigos. 
A narrativa é dividida e a cada página, uma conta seus diferentes pensamentos. É como se estivéssemos lendo dois diários. Confissões, segredos, pensamentos, medos, angústias. 

Sofia e Mônica se conheceram aos 10 anos de idade em um supermercado e desde então ficaram inseparáveis. Além de se parecerem muito fisicamente e psicologicamente, elas se entendem, se completam. 


"Desde que nos encontramos a Mônica foi isto para mim: um espelho." 

Porém como toda amizade há também os momentos de brigas, de raiva e isso não poderia ser diferente com Sofia e Mônica. Quem nunca brigou com a melhor amiga por causa de um cara e não final das contas acabou descobrindo que ele não valia a pena? Isso de fato acontece, mas amizade é mais forte do que esses problemas e acaba prevalecendo. 

Sofia e Mônica é aquele tipo de livro rapidinho que você lê em um dia, mas que mexe com você. Te traz recordações de momentos parecidos que aconteceram com você. Te traz emoções e até saudade. Eu adorei o livro. O autor escreve super bem e para quem gosta do gênero ou gostou da resenha eu super recomendo o livro. 

Gostaram? Espero que sim! Falei pouco sobre o livro porque, por ele ser fininho ia acabar dando spoiler, mas acontece bastante coisa nas últimas páginas. 

Beijos e até a próxima ♥ 

Parceria: 

13 de dez de 2014

{Pensamento do dia}

Fonte: Bella Illusione



Faça agora tudo que tem vontade porque no final o arrependimento de não ter feito algo é maior do que a dor de ter tentado e não ter dado certo. Afinal, precisamos correr atras do que queremos. Uma certeza é melhor do que mil duvidas.”

— Vai sem medo de ser feliz. 

12 de dez de 2014

{Photography} Wedding Indian

Resolvi fazer esse post juntando coisas que gosto bastante, a cultura indiana, casamento e, claro, a fotografia ♥ 
Os casamentos na Índia obedecem às várias tradições, variando de acordo com a casta, a região, a cultura e os costumes das mais diversas etnias que compõem o mosaico indiano. 




Apesar de ser tão diferente dos casamentos que estamos acostumadas a ver, eu acho tudo incrível! Bom, se você achou legal ou não e ficou curioso em como será um casamento indiano eu vou deixar um vídeo de um casamento muito lindo ♥ Espero que tenham gostado! Beijos! 

9 de dez de 2014

{Dica de livro cristão} Eu amo você: Namoro, Noivado, Casamento & Sexo – Jaime Kemp

No post de hoje vim dá uma super dica de livro cristão para abençoar ainda mais sua vida e claro se você não é cristão, mas ficou curiosa em relação ao livro eu super recomendo que você leia. Não é, de forma alguma, um livro que fala sobre religião, mas sim sobre como Deus também se importa com nossa vida sentimental. É um livro que, eu tenho certeza, vai edificar sua vida.

Editora: United Press
Ano de lançamento: 2005
Páginas: 190

"Assunto sempre atual. Eu Amo Você aborda a sexualidade com bom humor e numa linguagem de quem tem experiência em lidar com temas polêmicos. Com os ouvidos atentos à realidade do jovem cristão brasileiro, o autor expõe com habilidade como a Bíblia orienta à sexualidade sadia e prazerosa. Sem rodeios e direto ao ponto. Um livro indispensável para jovens, pais e educadores." 








Eu estou adorando esse livro. Ainda não terminei, mas tenho certeza que ele só vai ficar melhor. A linguagem é super fácil de compreender e o conteúdo, eu te garanto que é ótimo.
"Nossa vida é como uma série de portas diante de nós,cada passo que nós damos nos deixa diante de uma dessa portas e o Senhor nos dá a chave para que possamos abri-la,na hora certa,Ele vai dar a chave para que nos mesmos possamos abri-la."
Gente quem quiser, eu tenho o livro em ebook, deixem o email e eu mando para vocês.
Beijos ♥

8 de dez de 2014

Minhas séries favoritas

Não existe coisa melhor do que está de férias, concordam? Outra coisa melhor ainda é está de férias e poder assistir suas séries favoritas! É isso que eu tenho feito ultimamente: assistido minhas séries. Então resolvi fazer esse post para mostrar as séries que eu amo ♥

The 100 


















Amei essa série desde o primeiro trailer que vi! Sinopse: Noventa e sete anos antes, um apocalipse nuclear dizimou o planeta Terra e destruiu a civilização. Os únicos sobreviventes foram os 400 habitantes de 12 estações espaciais que estavam em órbita durante o acontecimento. Depois de tantos anos, a população das aeronaves aumentou e os recursos estão quase acabando, o que pode significar o fim dos seres humanos. Por isso, os comandantes enviam para a Terra cem jovens prisioneiros, na tentativa de testar a situação no nosso planeta e descobrir se existe a possibilidade de retorno ao local. Além de lidarem com as próprias diferenças, o grupo precisa se unir para enfrentar os perigos que os aguardam por causa da radiação. Para complicar, tudo indica que eles não estão sozinhos.

Eu simplesmente amo essa séria, a historia, os efeitos, os casais... tudo. Se você não conhece e ficou curioso eu recomendo você dá uma olhadinha!

Friends 













Confesso que com Friends não foi amor a primeira vista. Eu já tinha assistido o 1° episodio uma vez e não tinha gostado, mas como eu tenho uma amiga que é super fã da série ela acabou me convencendo a assistir e hoje eu estou completamente apaixonada por esses 6 maluquinhos! Principalmente pelo Ross♥ Sinopse: Ross, Rachel, Mônica, Chandler, Joey e Phoebe formam um grupo de seis amigos que lutam para se sobressair e progredir na competitiva vida de Manhattan. Seu humor inteligente e apoio mútuo incondicional fazem com sua amizade seja cada vez mais forte, superando assim todos os obstáculos que a vida lhes apresenta. Trabalho, família, responsabilidade, dinheiro, sexo, compromisso e, sobretudo, amor e amizade, são alguns dos temas que preocupam e, ás vezes, divertem esses personagens. Não foi à toa que o sofá do Central Perk, o café onde se reúnem para conversar, foi trocado duas vezes por excesso de uso. Esta série foi filmada por dez temporadas, conquistando um sucesso após o outro. 


Então é isso! Essas são as duas séries que amo atualmente. Espero que tenham gostado e não deixem de comentar a opiniões de vocês. Estou recebendo sugestões de série ok?! 

Beijos ♥ 

6 de dez de 2014

{Pensamento do dia}


Fonte: 1994
"Uma casinha bonita. Um emprego que eu adore. Uma pessoa que me entenda. Um par de pés pra me guiar. E um de braços pra dias frios. Um chão pra quando meu mundo desabar. Um colo eterno de mãe. Um lugar pra voltar. Outro pra ficar pra sempre." 

 Tati Bernadi. 

5 de dez de 2014

[Resenha] A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista - JENNIFER E. SMITH


 
Editora: Galera Record 
Ano de lançamento: 2013
Páginas: 223
Onde comprar: Livraria Cultura | Livraria Saraiva | Book Depository
"Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.


       A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista é aquele tipo de livro fofo, fininho, que você lê em uma tarde, com uma historia, clichê, de amor à primeira, mas que te passa uma mensagem de vida.  Já fazia algum tempo que eu estava com vontade de ler esse livro e ele superou minhas expectativas.

A historia toda se passa em 24 hora. Por mais sorte do que azar Hadley perde o voo mais importante da sua vida. Ela está indo, quase obrigada, para o casamente de seu pai com outra mulher. Por causa de quatro minutos de atraso sua vida muda completamente.  Ela conhece Oliver um rapaz tímido, lindo e misterioso que a ajuda com a claustrofobia e se torna uma brilhante companhia nas sete horas de voo, até Londres. A partir daí nasce uma amizade entre eles e as coisas começam a mudar...

"Nem todo mundo fica 52 anos juntos, e se ficam, não faz a mínima diferença se você faz uma promessa na frente de todo mundo. O importante é que você teve uma pessoa ao seu lado o tempo todo. Até mesmo quando tudo está dando errado."

O livro é maravilhosamente fofo! E além da historia fofa entre dois, me emocionei bastante com a historia de vida de cada um. A autora conseguiu me prender e me surpreender! Eu amei e para quem gosta do gênero eu super recomendo!

Espero que tenham gostado ♥

6 de out de 2014

{Pensamento do dia}

Fonte: 1994

Acorde, garota! Você é linda, inteligente, tem um ótimo perfume e seus olhos brilham mais que um punhado de purpurina. Por que chora? Perdeu em alguma esquina seu encanto?! Ninguém pode tirar de você seu mais belo sorriso, motivo de idas e vindas saltitantes. Coloque sua música favorita para tocar, respire fundo e faça o que de melhor sabe fazer: Ser você.
— Caio Fernando Abreu.   

27 de set de 2014

{Photograph} Wedding

  Olá pessoas lindas! O post de hoje é sobre Fotografia, ou melhor, Fotografia de Casamento! Eu não sei se vocês sabem, mas eu amo casamentos, (não me perguntem o porque) e amo fotografia. Então eu resolvi uni essas duas coisas e fazer esse post para mostrar para vocês algumas das fotos, de casamento, mais lindas que eu vi por esses dias! Vamos lá?!
"Todas as imagens foram retiradas do Pinterest."
"Fotografar casamento é redigir uma historia de amor com imagens." 
— Warllem Silva

Espero que vocês tenham gostado, provavelmente irei fazer mais posts com esses, não deixem de deixar a opinião de vocês. Um beijo. Obrigada por tudo e até o próximo post! ;)

20 de set de 2014

{Pensamento do dia}

Fonte: Bella Illusione
Eu sei que tudo isso serão apenas histórias algum dia. E nossas fotos se tornarão velhas fotografias. E todos nós nos tornaremos mãe ou pai de alguém. Mas agora, exatamente agora, esses momentos não são histórias. Está acontecendo. Eu posso ver. Aquele momento que você sabe que você não é uma história triste. Você está vivo. E você se levanta e vê as luzes nos edifícios e tudo faz você se maravilhar. E você está ouvindo aquela música no carro, junto às pessoas que você mais ama no mundo. E nesse momento, eu juro, nós somos infinitos.

— As Vantagens de Ser Invisível. 


13 de set de 2014

Dica de filme: Desculpa se te chamo de Amor

     Olá pessoas lindas do meu coração! Hoje venho postar uma super dica de filme para assistir no final de semana. É um romance super fofo, divertido, que eu adorei, e espero realmente que você gostem!

"O filme conta a historia de uma jovem de 17 anos que divide seu tempo entre os estudos no ultimo ano do ensino médio e a ida em festas e clubes, com os amigos. Certo dia ela acidentalmente bate sua moto no carro de Alex (Raoul Bova), um homem de 37 anos que tem uma carreira de sucesso como publicitário. Abandonado pela mulher que considerava ser seu “eterno amor”, a vida social de Alex agora se restringe aos antigos amigos, mas, sua vida muda ao conhecer a jovem."    

 Aqui no Brasil o filme ganhou o nome "Lição de Amor"(não me perguntem o porque desse nome), foi lançado em 2008 e é baseado no livro, de mesmo nome, do escritor Federico Moccia. Eu acho que só pela sinopse vocês já devem saber do que se trata o filme. Apesar de a historia central ser da Nikki e do Alex, no filme a gente conhece um pouco da vida de cada um dos amigos deles.

Mas claro que o melhor do filme é o amor do dois! As cenas deles juntos é cada uma mais fofa do que a outra. É muito legal ver em como eles são diferentes, o Alex com seu jeito adulto e a Nikki toda destrambelhada, e como eles se completam quando estão juntos!






Bom AMORES acho que é só isso, se eu falar mais vou acabar dando spoiler. Eu super indico esse filme para vocês, principalmente para quem gosta de romance e muita fofura!!

Já ia esquecer: Vocês podem assistir o filme legendado no MegaFilmes ok?!

Espero que tenham gostado da dica, para quem já assistiu o filme não esqueçam de me contar a opinião de vocês, e para quem não assistiu: Assistam!

Beijos e Obrigada por tudo ♥ 

8 de set de 2014

Mil desculpas

Olá leitoras e leitores (caso tenha algum) como estão? Espero que estejam bem! Eu realmente não sei por onde começar então vou direto ao ponto: Me Desculpem! Eu sei que não atualizo o blog desde o dia 10 de agosto, e isso não é nada bom, então resolvi dá uma explicação antes de voltar a postar.

Confesso que no começo eu estava com um pouco de preguiça, mas logo depois fiquei muito ocupada com o colégio, curso etc. E quando a preguiça me deixou fiquei sem tempo para postar. Eu ainda continuo sem tempo, porém não quero deixar o blog desatualizado.

O bom do tempo que fiquei sem postar, foi que me vieram várias ideias para blog. Apesar de gostar de escrever sobre os livros eu agora quero mudar, me dedicar mais ao blog e escrever sobre outras coisa...

Espero que tenham entendido meus vagos motivos e que, assim como eu, não abandonem o blog! Aguardem as novidade!

Beijos e Obrigada por tudo ♥

10 de ago de 2014

Resenha "Foi vovó que disse" - Daniel Munduruku

Livro: Foi vovó que disse
Autor: Daniel Munduruku
Ilustrações: Graça Lima
N° de páginas: 21
EditoraEdelbra
Comprar: Loja Edelbra 

Faz parte da tradição indígena ouvir os avós. Eles são considerados os sábios da comunidade porque costumam contar as histórias dos ancestrais. São considerados os guardiões da memória e responsáveis por educar o espírito dos mais jovens. Ao contar histórias ou lembrar às crianças sua origem, os avós – homens e mulheres – não os deixam esquecer de onde vieram, para onde vão e qual o papel de cada um neste universo no qual nos movemos. É isso que o leitor irá encontrar neste novo e encantador livro escrito pelo premiado escritor Daniel Munduruku, que nos presenteia com a magia e a sabedoria da cultura indígena.

"Foi vovó que disse" é com certeza um livro mágico, não só pela beleza de suas ilustrações, mas principalmente pela linda e brilhante mensagem que ele nos trás.  

Vovó disse que, se a gente não andar direito, pode tropeçar no orgulho.



Kaximborempô é uma criança de 6 anos de idade, prestes a completar 7, que diferente das crianças de hoje em dia não nasceu em meio a toda essa tecnologia que nos cerca. Mas sim no meio da floresta, pelos animais e por belezas naturais. Ele ainda fala um pouco sobre sua historia e a de seus ancestrais. 

Ela disse que o silêncio fala com a gente. Que fazer silêncio é contemplar a beleza das coisas do mundo.
Ele nos repassa os ensinamentos de sua avó. Na cultura indígena os avós são considerados sábios e é tradição ouvir e obedecer seus ensinamentos. No final do livro Kaximborempô fala um pouco, de uma forma doce e ingênua, sobre o preconceito, nos deixando uma bela mensagem. 

Vovó disse que tem uma coisa que chama preconceito, que a gente precisa saber vencer ele. 


Eu acredito que esse livro não seja só para crianças, apesar de poucas páginas e poucas palavras o autor conseguiu me prender e me fazer refletir. Acho também que todas as crianças deveriam ter acesso a esse maravilho livro! Espero que tenham gostado da resenha!

Beijos, 

Obrigada por tudo <3       
Parceria: 

23 de jul de 2014

Resenha "O Colecionador de Borboletas" - Cecília Mouta


Livro: O Colecionador de Borboletas
Autora: Cecília Mouta 
N° de páginas: 256
EditoraNovo Conceito 

Você sabe qual a verdade sobre o efeito borboleta? Nicola é um pesquisador e colecionador de borboletas que perdeu a memória. Durante sua recuperação, com a ajuda de uma psiquiatra, descobre que possui o poder de voltar ao passado e modificá-lo, e também que era apaixonado por uma garota chamada Joana, que aparece repetidas vezes em meio à suas confusas visões. Pior que uma lembrança morta, é uma lembrança que insiste em ressurgir. E Nicola terá que seguir o fio de suas vagas recordações para desvendar até que ponto alterou seu passado. Porém, este colecionador ainda não tem consciência do quanto o efeito borboleta pode ter afetado seu próprio destino.

       Este livro, com toda certeza, entrou para os melhores que eu já li neste ano. Ele é diferente de tudo que eu já tinha lido. É o tipo de livro que a cada virada de página você se surpreende mais. É aquele livro que por mais que faça pouco tempo que você tenha lido, você vai querer ler ele de novo. (isso está acontecendo comigo)










O livro nos apresenta a historia de Nicola, um pesquisador e colecionador de Borboletas, que perdeu a memória e está em uma clínica de repouso. Ele não sabe há quanto tempo está ali e nem o porque. De inicio Nicola é um homem confuso e que vive uma rotina cansativa. 

Porém quando Nicola tem sua primeira "visão" a coisas começam a mudar e ele anseia em descobrir sua historia de vida. Na clinica ele tem a companhia de Ester, sua enfermeira, que o ajuda em tudo, e sua médica Liz, por quem nutri um grande sentimento. 
























As lembranças de Nicola ficam cada vez mais frequentes e ele descobre que passou grande parte de sua infância e adolescência no sitio de seu avô, onde ele teve seu primeiro contato com as Borboletas e com a pessoa que mudaria sua vida para sempre. 
"Era a primeira vez  que eu via um casulo na vida. Fiquei observando. Minutos depois, uma borboleta saiu dali de dentro. Tinha sido a coisa mais bonita que eu havia visto na vida."
Em uma de suas lembranças Nicola se lembra de Joana, seu primeiro grande amor. Mas com a descoberta desse amor, Nicola descobre, de formas trágicas, o Efeito Borboleta.  E a cada nova lembrança, uma nova descoberta e Nicola é mais uma vez surpreendido com seu passado. 
"A vida me surpreendeu de diversas formas, me ensinou que amar é mais do que sentir, é mais do que viver."






























Eu confesso para vocês que eu sofri demais a cada nova lembrança do Nicola e fiquei com raiva da Borboleta Verde, mas ao final, assim como Nicola, eu descobri que tudo que aconteceu foi necessário e talvez se não tivesse acontecido, Nicola não teria se tornado o grande homem que é. Mas o mais importa é que Nicola tem um lindo e merecido final feliz!
"Minha vida durante muitos anos foi uma metamorfose, mas agora sou uma linda borboleta, que voa livre, feliz."
Bom, resumindo tudo, eu amei o livro! É uma historia intrigante, surpreendente, misteriosa, e romântica. A leitura transcorre de forma fácil e a cada novo capitulo você se prende mais ao livro. Em relação a diagramação do livro, não poderia ser diferente, é simplesmente linda. A autora escreve super bem(além de ser uma fofa) e é bastante objetiva. 
Espero que tenham gostado da resenha e que tenham ficado curiosos em relação ao livro. Garanto que ele é muito mais do que eu falei aqui. 

Obrigada por tudo! 
"E que o bater de asas das borboletas traga sempre bons ventos." (Cecília Mouta)