30 de nov de 2013

Resenha do livro "A Branca de Neve e o Caçador"


Livro: Branca de Neve e o Caçador
Autores: Hancock, John Lee; Blake, Lily; Daugherty, Evan;  Amini, Hossein
 N° de páginas:230
 Editora: Novo Conceito - Ano de lançamento2012

Há dez anos, a vingativa Rainha Ravenna assassinou o rei na mesma noite em que se casara com ele. No entanto, dominar o reino tornou-se um sofrimento para a Rainha. Para salvar seus poderes, ela deve devorar um coração puro, e Branca de Neve é a única pessoa com esse coração. A fim de capturá-la, Ravenna recorre ao Caçador, o único homem que já se aventurou pela Floresta Sombria e sobreviveu. Branca de Neve será morta pelo Caçador? Ou será treinada por ele e se tornará a melhor guerreira que o reino já conheceu?




Acho que todo mundo conhece a tradicional história da Branca de Neve certo? Mas hoje vou falar sobre uma Branca de Neve totalmente diferente daquela que vocês conhecem. Esse Branca de Neve continua sendo branca como a neve, com os lábios vermelhos como o sangue, e o cabelo tão preto como a asa da graúna... Mas essa nossa Branca de neve é um pouco mais destemida, um pouco mais teimosa e medrosa talvez...

Se você achava a rainha era muito má na historia antiga, pode ter certeza que essa nem se compara. Além de ser loira, linda e poderosa é má feito o... deixa pra lá. 

E o caçador... ahh gente a historia dele é tão triste :( Mas eu não vou contar! Também tem o príncipe e apesar dele ser super fofo eu continuo preferindo o caçador!

Não vou falar mais sobre o livro senão acabaria narrando ele para vocês! Ele é bem leve e super gostoso de ler.

Minha opinião: Eu adorei o livro, só fiquei chateada com o final... Com certeza  merece uma continuação! 



Por hoje é só beijinhos e até a próxima! Espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar. 

29 de nov de 2013

Resenha do livro "A Fera" - Alex Flinn

                                                      Postado por: Sara

Livro: A Fera
Autor: Alex Flinn
N° de páginas: 317
Editora: Galera Record - Ano de lançamento: 2011 

Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera. Alex Flinn adora contos de fada e fez suas duas filhas aguentarem dezenas de versões de A Bela e a Fera enquanto escrevia este livro... E aí perguntou a elas como uma fera agiria para encontrar uma garota em Nova York. É autora de outros cinco livros, vencedores de vários prêmios norte-americanos. Ela mora em Miami.

Bom, mas uma resenha de um livro que foi baseado em um clássico da Disney! Acho que toda boa leitora sabe como é difícil falar sobre um livro que você gosta por que dá vontade de ficar falando... “é muito legal, é muito fofo, ahhh eu adorei...” enfim se a resenhar ficar confusa espero que mim entendam.

O livro basicamente fala sobre a beleza interior coisa que Kyle Kingsbury não tem nenhum pouco.  Ele tinha tudo o que queria beleza, popularidade, namorada popular, dinheiro etc. Para Kyle a única coisa que importava era a beleza exterior.

Com o desenrolar da historia Kyle humilha uma bruxa que joga sobre ele uma maldição, e ele perde tudo, que para ele era importante, e vira uma verdadeira Fera!

"Agora eu sabia como era estar desesperado. Sabia como era se esconder na escuridão, procurando um pouquinho de esperança sem me encontrar."
Kyle tinha somente dois anos para conseguir que uma garota se apaixonasse verdadeiramente por ele e selasse isso com um beijo de amor.

Mas que poderia se apaixonar por um monstro? 

E é aí que a autora vai nos comprovar a força do amor verdadeiro e o quanto a beleza interior é importante!

Kyle: Você enxergou o que estava lá no fundo de mim quando eu nem tinha certeza de nada a meu respeito.
Muitas coisas e mudanças vão acontecer na vida de Kyle até que ele conhece Lindy uma jovem que sofre com os problemas do pai...

E de um jeito curioso, bobo e engraçado eles acabam conquistando um ao outro... E muita coisa acontece no interior de Adrian King o novo Kyle Kingsbury. 

Quem ama de verdade, vê muito mais do que só a aparência. Vê a essência. - A Fera.


Minha simples opinião: EU AMEI! ♥ 

Espero que tenham gostado! Não esqueçam de comentar beijos e até a próxima! 

#01 Look da Blogueira


Bom meninas hoje eu resolvi mostrar para vocês alguns dos meus looks preferidos da Melina Souza do blog A series of serendipity. 




Sou apaixonada pelas combinações que a Melina consegue fazer. Fica tudo tão meigo, romântico e não perde o estilo.
E as sapatilhas? Não são lindas? Eu amo sapatilhas♥ 
Então esses são só alguns dos maravilhosos looks da Melina. Se eu fosse postar todos os meus preferidos o post iria ficar grande demais, porque todos são lindos! Se quiser conhecer o blog e mais um pouco sobre a Melina é só clicar aqui. Beijos e até a próxima! 




28 de nov de 2013

Para que decote se Ela tem simpatia!



O programa A Liga, do dia 26/11, mostrou um pouco o dia a dia das famosas mulheres-rãs. Para quem não sabe o que significa é a aquele tipo de mulher: perna musculosa, bumbum grande, e barriga lisa. Elas falaram um coisa que me chocou um pouco, mas me fez escrever esse texto.

No Brasil primeiro você mostra o bumbum, depois mostra o que você sabe. 
Infelizmente nossa realidade hoje é essa. A aparência está na frente de qualquer outra qualidade. As mulheres estão cada vez mais ganhando espaço na sociedade porém algumas estão perdendo seus valores e princípios. Talvez seja eu que sou um pouco antiguado demais e acredito que todas nós somos princesas e devemos nos comportar como tais.
Acho muito triste quando escuto uma garota se vangloriar porque "pegou geral" e "bebeu todas", mas infelizmente escuto isso com frequência.
Não estou dizendo que não devemos nos divertir, muito pelo contrario, devemos sim, porém respeitando a nós mesmas.
Acredito que devemos chamar atenção não pela pouca roupa que usamos, mas pelo nosso sorriso, pela nossa simpatia e força. Que sejamos reconhecidas não pelo meninos que ficamos, mas sim por aquilo que fazemos de melhor e pela nossa inteligência.

Espero que tenham gostado, isso talvez seja mais um desabafo, mas acredito que existe alguém que pensa como eu. É isso e até a próxima♥ 

27 de nov de 2013

Minha Indecisão

Imagem

Sempre fui assim, indecisa. Quando eu era menor, enquanto minhas colegas já tinham suas opiniões formadas eu simplesmente inventava uma coisa qualquer. E continuei assim por alguns anos. Mas quando você cresce as pessoas querem uma resposta concreta e não uma resposta de criança que vive sonhando. Mas por mais que você se chateie com essa pergunta: O que você quer ser? Uma hora ou outra você acaba se cobrando e é aí que a coisa fica feia! Por mais que você fale para si mesmo para esquecer todo essa historia e se acalmar, vai chegar um momento em que esse negócio de futuro e carreira não vai te deixar em paz e o jeito é parar para pensar e decidir… E é isso que eu tento fazer, decidir. Fui de Psicologia para Engenharia Ambiental e atualmente Jornalismo… Mas será que é difícil de entrar? Será que é muito puxado? Será que vou ter oportunidades de emprego? Será que o salário é bom? São tantos “serás”mas sabe o que eu decidir enquanto escrevia esse texto? Que vou deixar os “serás” de lado porque eles não estão me levando a nada e vou continuar tentando resolver minha indecisão. Sei que Deus sabe exatamente o que vou fazer e ele nunca disse que seria fácil. Por enquanto é Jornalismo, e a cada coisa que descubro sobre essa profissão gosto mais dela. Quem sabe eu acabe ficando com ela mesma? Até lá, talvez eu mim encontre…

Foi um pequeno desabafo,mas espero que alguém se identifique. Não sou só eu que sou tão indecisa né? 

Apresentação


 
Bom se você for uma pessoa super curiosa e quiser saber um pouquinho sobre essa mortal que lhes escreve é só lê o about... Não sei porque mas não gosto de falar sobre mim, vamos nos conhecer no decorrer do blog.  
Eu resolvi criar o blog quando estava pesquisando, com a senhorita indecisão sentada do meu lado, sobre a faculdade de Jornalismo: que no momento é o que eu quero fazer. Encontrei um site que dava dicas para futuros jornalistas e uma das dicas era criar e manter um blog. E foi isso que me motivou a criar-lo.
Vou postar de tudo um pouco... Talvez tenha coragem de postar minhas historias de ficção!
Então é isso beijos e bye!